Localismo

O localismo é uma coisa de se lamentar profundamente.
Por mais gente que haja na água, há lugar para todos. Para principiantes, para os que acham que sabem muito, para os que sabem muito, para os que tentam, para os que desistem e para os que não desistem.

Todos nós passamos por todas as fases algum dia na vida. Só aqueles que não se aventuram por mares novos é que não se sentem novos e arriscados, inseguros nalgum campo da vida, nalguma praia ou set novo.

Desde que haja respeito uns pelos outros (e cumprimento de algumas regras mínimas conhecidas... acrescentando um aceno de desculpa quando não der para não fugir!), em vez de sensação de invasão, podemos experimentar a sensação de enriquecimento pela partilha, pela dica, pela conversa, pelo momento! Surfar é um acto extremo de solidão... mas de profunda Comunhão... com tudo aquilo em que Acreditamos, com tudo aquilo em quem acreditamos!



Cenas como esta são uma infelicidade... mas se ficarmos por aqui! Já não vai nada mal!

=D

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Mavericks

Em 2006... um drop do outro mundo.



Em 2010... um sinal dos tempos...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Smilin Surfin in India



Documental Smiling Surfing in India, primera parte from Ion Eizaguirre on Vimeo.








Documental Smiling Surfin in India, segunda parte from Ion Eizaguirre on Vimeo.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

What goes up...

Há um ano atrás, o homem era o maior... ia mudar o mundo num estalar de dedos.
Agora está no fundo, "não foi capaz de fazer nada...

Coisa estranha esta do mundo que condena toda a gente sem julgamento, seja nos jornais, seja nas relações humanas, seja no trabalho, seja na escola, seja...

Quando estiveres na crista da onda, nunca te iludas porque é temporário.
Quando fores capa de jornal, nuna te iludas porque o jornal de hoje, amanhã já será do passado.
Quando estiveres na mó de baixo vai ao bolso das calças e lê o papelinho que lá puseste que diz "também isto passará".

Nunca vivas de ilusões....




I used to rule the world
Seas would rise when I gave the word
Now in the morning I sleep alone
Sweep the streets I used to own

I used to roll the dice
Feel the fear in my enemy's eyes
Listen as the crowd would sing:
"Now the old king is dead! Long live the king!"

One minute I held the key
Next the walls were closed on me
And I discovered that my castles stand
Upon pillars of salt and pillars of sand

I hear Jerusalem bells a ringing
Roman Cavalry choirs are singing
Be my mirror, my sword and shield
My missionaries in a foreign field

For some reason I can't explain
Once you go there was never
Never an honest word
And that was when I ruled the world

It was the wicked and wild wind
Blew down the doors to let me in.
Shattered windows and the sound of drums
People couldn't believe what I'd become

Revolutionaries wait
For my head on a silver plate
Just a puppet on a lonely string
Oh who would ever want to be king?

Coldplay -"Viva la Vida"



domingo, 7 de fevereiro de 2010

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger